Previsões para a nuvem: o que esperar para a próxima década?

Por 13 de abril de 2020Cloud Computing

Segundo o Gartner, o mercado de nuvem deve crescer 17% em 2020. À medida que a nuvem continua dominando o mundo, muitas empresas ainda estão buscando o melhor caminho a seguir, ampliando o talento e o know-how para aproveitar toda a nova tecnologia emergente, enquanto mantêm seus negócios em funcionamento. 

Aqui estão alguns dos drivers que vemos contribuindo para esse número e algumas outras considerações a serem feitas para o próximo ano da computação em nuvem!

Gestão da nuvem

Em 2019, vimos o início de uma mudança fundamental na estratégia das grandes na computação em nuvem: Google, Microsoft, IBM e AWS. Os principais players estão começando a reconhecer que não podem possuir todas as cargas de trabalho e a maioria das empresas se voltará para uma estratégia multi-cloud. Então, uma nova frente se abriu nessa guerra: controlar o plano de gestão da nuvem.

O grande exemplo dessa tendência foi o anúncio pela Microsoft do Azure Arc: um conjunto de sistemas projetados para otimizar o gerenciamento da nuvem Azure e levá-lo a qualquer infraestrutura. Em outras palavras, o Azure Arc permite que os clientes da Microsoft gerenciam os recursos da nuvem onde quer que estejam, como na AWS ou no Google Cloud.

Em 2020, veremos esse movimento tomar ainda mais forma, com mais desenvolvimentos e anúncios dos negócios em nuvem pública. Veremos um futuro em que os principais players da nuvem começarão a terceirizar seus serviços de data center para fornecedores terceirizados, já que isso não diferencia mais?

Aplicativos híbridos

Apesar de uma crença generalizada de que, em 2019, as empresas tentariam re-arquitetar seus aplicativos para serem nativos da nuvem, não é algo que vimos muito. Isso ocorre porque o tempo, o dinheiro e o esforço necessários não representam necessariamente um ROI adequado para aplicativos herdados.

No entanto, uma tendência que definitivamente segue é que quaisquer novas funções e recursos para aplicativos herdados estão sendo cada vez mais desenvolvidos de maneira nativa da nuvem, resultando em aplicativos híbridos.

Preocupações com segurança

Embora não tenha sido realmente culpa da AWS, os buckets com vazamento S3 e a principal violação do Capital One no ano passado destacaram a necessidade de uma melhor segurança multi-cloud no nível corporativo.

Os líderes da nuvem em estão aumentando o investimento em suas ofertas de segurança nativas, enquanto os provedores de gerenciamento de nuvem devem comprar, construir e / ou adquirir recursos de segurança que vão além do gerenciamento de identidade e acesso do passado.

Para 2020, após incidentes como a violação do Capital One, as empresas devem parar de perguntar “esse provedor de nuvem é seguro?” mas sim, “como tirar o máximo proveito da segurança da nuvem para melhorar minha postura geral de segurança e conformidade?”.

O ecossistema da nuvem é amplo e complexo, mas essas são algumas das tendências comuns que surgiram nos últimos tempos, muitas das quais continuarão a moldar o setor na próxima década.

Gostou do nosso artigo? Acompanhe nosso blog e fique por dentro de muito mais novidades!