Inteligência Artificial na prevenção de fraudes

Os avanços tecnológicos permitem um grande salto nos trabalhos de segurança da informação, aprimoram técnicas, automatizando processos e reduzindo consideravelmente o tempo de análise de transações bancárias.

Segundo análise da operadora de cartões de crédito VISA, somente em 2019, o número de transações bancárias via cartão chegou a aproximadamente 430 bilhões de dólares. Com um grande aumento na migração das compras em loja para o cenário digital, tornou-se ainda mais necessária a presença de ferramentas cada avançadas para combater fraudes digitais. 

Separamos algumas curiosidades sobre a influência de novas tecnologias, como inteligência artificial, na melhoria dos processos de segurança da informação. Acompanhe:

Inteligência artificial na segurança da informação

A verificação de dados e análise comportamental de compras é um dos pontos chave para combater fraudes de cartão. Já existem softwares que realizam checagens de compras em tempo real, permitindo ou bloqueando compras de acordo com o perfil comportamental de cada usuário. 

Com a inteligência artificial, o trabalho vai além. Os robôs são programados para criar padrões de raciocínio, que permitam que eles analisem criteriosamente as transações em milésimos de segundo. Além disso, a cada processo de análise, informações são coletadas e novos processos são gerados baseados nelas. 

Os programas não somente respeitam códigos simples de programação, mas passam a aprender com a mudança de padrões de comportamento e a criar novos critérios de julgamento com o tempo. 

Segundo a VAA, ferramenta de gerenciamento de risco da VISA, estima-se que somente em 2019, dois bilhões de dólares em fraudes tenham sido evitados por meio das verificações e do avanço na tecnologia de análises. 

Segurança contra ataques cibernéticos

Os ataques cibernéticos acontecem diariamente, com alvos que vão desde usuários finais em práticas recorrentes de phishing às grandes corporações. Nos últimos anos, diversos casos de vazamento de dados foram deflagrados e especialistas têm buscado a todo tempo novos métodos e formas de aprimorar a segurança das informações.

 

A Inteligência Artificial pode surgir como um catalisador no processo de combate aos ataques cibernéticos. Os robôs são programados a aprender de acordo que vão recebendo informações e a velocidade com que eles processam os dados e aprendem novas técnicas é consideravelmente superior que a dos humanos. 

A espera é de que os programas gerados por IA tenham a capacidade de aprender técnicas mais eficientes de criptografia, por exemplo, para evitar a ação de malwares e que consigam detectar mais facilmente e mais rapidamente ameaças de ciberterroristas. 

Segurança da Informação é um tópico recorrente em todo o mundo em diversas plataformas e eventos de tecnologia. Grandes avanços são apresentados diariamente e o uso de ferramentas como a inteligência artificial no desenvolvimento de técnicas de segurança é um dos pontos chave para grandes melhorias nos sistemas em todo o mundo. 

Gostou da nossa matéria? Clique aqui e assine a nossa newsletter para ficar por dentro de tudo que há de novo no mundo da tecnologia!